SOCIALISMO E REVOLUCAO.  Foi o que discutirmos neste dia 14 de dezembro de 2021, em Minas Gerais. Foram aproximadamente 500 ativistas que acompanharam o lançamento deste movimento em Minas, pelo zoom ou YouTube. Militantes diversos em suas origens, histórias e organizações. Foram militantes do PSTU, PSOL, MRT, Emancipação Socialista, ativistas independentes, ativistas religiosos, militantes feministas, antirracistas, ambientalistas, sindicalistas, juventude, moradores das ocupações urbanas. Todas e todos identificados na luta pelo socialismo. E, ainda não fazendo parte do Polo Socialista, tivemos a saudação do PCB e da CST/PSOL.

O princípio aglutinador do polo é a necessidade de estarmos juntas e juntos para enfrentarmos a barbárie que é o capitalismo. Barbárie que está visível e nos agride a todo instante com fome, miséria e desemprego. Barbárie agudizada pela pandemia e pelo (dês)governo Genocida. Entendemos que é preciso construir a mais ampla unidade para derrotar Bolsonaro e Zema e seus projetos de ataque aos direitos e condições de vida da população pobre e trabalhadora. Entendemos também que se impõe a apresentação de uma alternativa da revolução socialista como solução da classe operária e do povo pobre e trabalhador, principalmente  quando tenta-se reeditar um projeto de “conciliação de classes”. Projeto este que, devido sua ligação com o capital, não fará nenhuma mudança nas estruturas para enfrentar situações gritantes como a que vivemos: reforma agrária, território dos indígenas, quilombolas e dos Povos e Comunidades Tradicionais, não vai garantir os direitos para o povo trabalhador. Isto porque não se fala em nenhum instante do fim da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), do Teto do gasto, da distribuição social da riqueza e nem de rever as privatizações.

É impossível reformar o capitalismo para melhorar as condições de vida de nossa classe e salvar milhões de vidas que são condenadas cotidianamente pela necessidade do aumento dos lucros de alguns. A alternativa que precisamos construir é Revolucionária e Socialista. Vamos sonhar juntas/os e transformar em realidade nossos sonhos?

Intervenções

Veja alguns apontamentos dos que participaram da atividade:

“O lançamento em Minas foi um passo importante na construção de um polo Socialista forte na luta pela democracia sob comando da Classe Operária e dos trabalhadores pobres”. (Hormindo – Professor da FAE UFMG)

“A atividade do dia 14 de lançamento do polo socialista e revolucionário nos mostrou que juntos e juntas podemos transformar o sonho de uma sociedade socialista em realidade.” (Dirlene Marques – Militante do PSOL)

“Com centenas de militantes, lançamos dia 14/12/21, em Evento virtual, o Polo Socialista revolucionário de MG p/ fortalecermos as lutas sociais p/ a superação do capitalismo, máquina de triturar vidas. Que toda a Esquerda se una na luta … Basta de “conciliação de classe” (Frei Gilvander Moreira).

“A amplitude e a representatividade que teve a plenária do lançamento do polo Socialista e Revolucionário e Minas mostram um potencial importante para fazer avançar, nas lutas e nas eleições, a construção de uma alternativa de independência de classe, socialista e revolucionária para a luta da classe trabalhadora brasileira.” (Zé Maria de Almeida – Da direção nacional do PSTU )

“O desafio de organizar a esperança teve um excelente começo em Minas Gerais. Nosso polo socialista reuniu um amplo espectro da esquerda revolucionária, com representantes de todos os rincões do estado. A disposição de construção coletiva ficou evidente no clima de profundo respeito à diversidade de opiniões e tradições políticas presentes. É a responsabilidade de combater a barbárie capitalista que nos obriga a superar as insuficiências do passado e estarmos à altura das tarefas impostas pelo momento histórico. O denominador comum que nos unifica é a convicção da necessidade e da urgência de um salto de qualidade na organização da esquerda revolucionária.” – Plínio de Arruda Sampaio Junior – Militante do PSOL

“Quero saudar novamente o lançamento do Polo em Minas Gerais, um estado que tem uma classe trabalhadora poderosa, munida de uma história e uma tradição de luta que certamente serão revividas no combate para que os capitalistas paguem pela crise. Fora Bolsonaro e Mourão!” – Maíra Machado, dirigente nacional do MRT

“O Polo Socialista Revolucionário, lançado em Minas Gerais  é a alternativa na construção de uma outra sociedade solidária e sem exclusões, na qual não haja lugar para o racismo, o machismo, a lgbtifobia e a xenofobia. É hora de fortalecer nossa mobilização e nossas lutas por direitos! Venha somar conosco, pois juntos e juntas somos mais!!!” – Carlucia, Movimento de leigos da Igreja

“Fizemos um importante ato de lançamento do Polo em Minas! E também colocamos como contribuição do MRT exemplos da Frente de Esquerda de Trabalhadores da Argentina (FIT) como uma referência para nós no Brasil!” – Flavia Valle, MRT Minas Gerais

“Vida longa e forte ao Polo Socialista Revolucionário- a alternativa genuína da classe trabalhadora! Pelo governo dos trabalhadores! Até a vitória!” – Savana Diniz – Professora Aposentada da FAE

“O lançamento do Polo em Minas foi uma demonstração de que a conciliação de classes não é a alternativa de muitos lutadores e que podemos e devemos construir para já uma alternativa socialista e Revolucionário.” – Vanessa Portugal – Militante do PSTU

“Adorei ter a oportunidade de ouvir tantas pessoas engajadas, lúcidas, transparentes e sinceras falarem. Considero um privilégio, mesmo sabendo que privilégio é palavra própria dos sistemas hegemônicos. Mas vou me dar a licença poética de utilizá-la. Privilégio, porque as 250 pessoas presentes tiveram a opção de pensar. Fico pensando nos outros que só acreditam no que ouvem e veem no rádio, na TV e nas redes sociais mercantilistas.” – Maria Laura de Abreu Rosa – Professora da Rede Municipal de Ensino de Belo Horizonte.

“Muito obrigado pela oportunidade. A proposta do polo socialista é muito esperançosa, e a mais promissora para a construção de uma sociedade justa. Vamos juntos com esse propósito” (Daniel – Direção do Sindmetro)

“Demos um importante passo lançando o Polo Socialista em Minas Gerais. Agora devemos continuar a caminhada fortalecendo e explicando esta alternativa.” (Leonardo Auim – Da direção do SindPetro)

Para assinar o Manifesto, clique aqui.

Coordenação do Polo Socialista e Revolucionário de Minas Gerais

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here